Conheça o Mr. Liable, o mais famoso cachalote macho dos Açores

sperm whale mr liable futurismo

O Mr. Liable é visto na ilha de São Miguel desde 2000 e a primeira foto da Futurismo é de 2004. Como o conseguimos ver tantas vezes, seja no verão ou no inverno, a nossa equipa de mar batizou-o já há muitos anos “Mr. Liable”, isto é, por ser muito fiável e previsível de se ver!

Ficamos até com a ideia de que ele gosta de se mostrar, parece que gosta de se exibir! Quando mergulha, faz um mergulho perfeito, muito devagar e muito elegante para que possamos ter uma observação extraordinária da sua grande cauda. É realmente impressionante observar!

É o nosso cachalote mais famoso em São Miguel porque é visto com regularidade, e os seus mergulhos são muitas vezes previsíveis. É, aliás, muito bom de assistir ao final fantástico de um mergulho – a enorme e linda cauda!

O Mr. Liable é normalmente avistado no sul da ilha de São Miguel. Temos registos dos primeiros avistamentos deste cachalote, já lá vão mais de 15 anos! E conseguimos encontrá-lo todos os anos, principalmente durante a primavera e o outono. Mas também temos registos dele durante o inverno. Parece que ele gosta demais dos Açores para querer sair!

Mas parece que esta magnífica baleia, que tem uma cauda de fazer inveja a muitos cachalotes machos, está a gostar da ilha do Pico.

No mês passado, em julho, e também já este mês de agosto, dia 3, foi visto pela equipa de mar da Futurismo ao largo da ilha do Pico. Na verdade, não tínhamos certeza se ele ainda estava na área desde a última vez que o vimos, mas agora sim, temos a certeza! O Mr. Liable, que se tornou famoso pelos seus inúmeros avistamentos em São Miguel, parece apreciar também o sul do Pico e não é apenas pelas saborosas lulas!

No Pico, dia 3 de agosto, ele estava sozinho e a fazer mergulhos profundos em busca de comida, mas nesse mesmo dia à tarde, conseguimos observá-lo na companhia de uma fêmea cachalote.

Durante os avistamentos costumamos encontrá-lo sozinho, mas também por vezes em grupos de fêmeas cachalotes, portanto, suspeitamos que seja o “pai” de muitas baleias cachalotes na ilha de São Miguel e, possivelmente também no Pico!

Os cachalotes têm um grande fluxo entre as ilhas dos Açores. Além de serem um ícone do nosso Arquipélago, são também as baleias mais avistadas nas nossas águas. No entanto, este macho cachalote é avistado maioritariamente na ilha de São Miguel e não é a primeira vez que é visto na ilha do Pico. Segundo dados do MONICET (plataforma que agrega os registos dos animais feitos pelas empresas de observação de cetáceos), o Mr Liable foi avistado no Pico, , em julho de 2009 e junho de 2016. Cinco anos depois, cá este ele de novo nas águas da ilha Montanha.

“Os cachalotes avistados nos Açores, ocasionalmente podem ser encontrados em distintas ilhas, nem só do arquipélago, mas também de outras áreas como as Canárias, ou até a Noruega (Steiner et al., 2012: Steiner et al., 2015).”

Este cachalote macho é realmente único, e mais robusto do que outros machos cachalotes. A cauda é verdadeiramente impressionante nas fotos, imaginem ao vivo e a cores! O nosso querido cachalote macho, é um dos nossos avistamentos favoritos!

Os cachalotes machos (Physeter macrocephalus) passam a maior parte do tempo a viajar em altas latitudes. São normalmente indivíduos solitários, e viajam ocasionalmente para latitudes baixas para procriar (Best 1979; Whitehead et al., 1991).

“Nos Açores, famílias de cachalotes formadas por fêmeas e animais jovens são avistados regularmente durante todo o ano. Os machos adultos são avistados todos os anos, mas com menos frequência (Steiner et al., 2015; van der Linde et al., 2019).”

É muito raro ver grandes cachalotes machos repetidamente nos Açores, e muito mais raro ainda, vê-los em distintos anos e em distintas épocas com tanta frequência. Mas, na verdade, o Mr. Liable também é único por esta razão! Ele supera em muito as estatísticas. Com mais de 20 anos de avistamentos registados em praticamente qualquer altura do ano, é sem dúvida o nosso cachalote mais avistado em São Miguel.

Só em 2020, um ano muito atípico devido à pandemia, foi visto pelo menos 6 vezes pela Futurismo.

Vídeo sobre o Mr. Liable.

É também por estas histórias curiosas que é tão importante fazer investigação, recolha de dados durante os passeios de observação de cetáceos, para que consigamos perceber cada vez mais o comportamento das espécies.

Curiosidades sobre cachalotes:

  • Sabia que os cachalotes têm o som de ecolocalização mais poderoso do reino animal? E usam-no quando procuram comida, por exemplo.

  • Os mergulhos profundos que fazem à procura de alimento têm a duração de aproximadamente 40 minutos.

  • Sabiam que os cachalotes (Physeter macrocephalus), como é o Mr. Liable passam cerca de 2/3 do tempo a alimentar-se? É incrível a capacidade de mergulho deles!

  • O comprimento do macho cachalote é de cerca de 18 m e o das fêmeas é de cerca de 12 m.

Veja neste link o último estudo feito sobre o Mr Liable, por Marina Gardoki, uma bióloga marinha que trabalhou na Futurismo e outras biólogas marinhas que trabalharam também connosco!

Alguns registos de avistamentos do Mr. Liable pela Futurismo:

Setembro 2013

Outubro 2018

Junho 2019

Maio 2019 e ainda outro avistamento no mesmo mês.

Novembro 2019

Julho 2020

Agosto 2020

Setembro 2020

Outubro 2020 e outro avistamento no mesmo mês.

Novembro 2020

Referências:

  • Steiner, L., Lamoni, L., Plata, M. A., Jensen, S. K., Lettevall, E., & Gordon, J. (2012). A link between male sperm whales, Physeter macrocephalus, of the Azores and Norway. Journal of the Marine Biological Association of the United Kingdom92(8), 1751-1756.
  • Steiner, L., Pérez, M., van der Linde, M., Freitas, L., dos Santos, R. P., & Martin, V. (2015). Long distance movements of female/immature sperm whales in the North Atlantic. Biennial Society for Marine Mammalogy Conference, San Francisco, USA. December 2015. Poster.
  • Van der Linde, M. L., & Eriksson, I. K. (2020). An assessment of sperm whale occurrence and social structure off São Miguel Island, Azores using fluke and dorsal identification photographs. Marine Mammal Science36(1), 47-65.
  • Best PB (1979) Social organization in sperm whales, Physeter macrocephalus. In: Winn HE, Olla BL (eds) Behavior of marine animals, vol 3. Plenum Press, New York, pp 222290
  • Whitehead, H., Waters, S., & Lyrholm, T. (1991). Social organization of female sperm whales and their offspring: constant companions and casual acquaintances. Behavioral Ecology and Sociobiology29(5), 385-389.
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like