Esperar valeu a pena!

whales azores

A visibilidade era bastante limitada e estava ventoso e mar ondulado lá fora. Por isso tivemos que esperar até que os nossos vigias nos confirmassem que encontraram animais no mar. O dia 4 de julho é um dia especial nos EUA e também foi para nós. Fomos abençoados com uma diversidade impressionante.

Do nosso barco pequeno tivemos um encontro fugaz com o que parecia ser uma espécie de baleia-de-bico. Foi apenas o começo da nossa viagem. A próxima surpresa, graças à ajuda do nosso hidrofone, foi um grupo misto de golfinhos comuns e riscados. É sempre especial ver duas espécies a interagir. Eles pareciam estar com pressa, pois pareciam voar enquanto saltavam para fora da água para ganhar mais velocidade.

Mais tarde, fomos para leste para uma área com vários cachalotes. No total, cinco dos seis mostraram-nos as caudas magníficas. A cauda é como uma impressão digital e com uma foto conseguimos identificar um indivíduo que reconhecemos – Tonga. A Tonga é uma velha amiga do grupo azul que foi avistada pela Futurismo faz hoje exatamente onze anos, uma coincidência?

As outras quatro caudas ainda não encontrámos no nosso catálogo de cachalotes, que já contém mais de 500 animais, mas serão mais tarde adicionadas.

Do nosso catamaran, avistámos alguns golfinhos roazes, que não estavam interessados ​​em nós. Surpreendentemente, um jovem cachalote compensou a falta de curiosidade dos golfinhos. Ele aproximou-se várias vezes e rolou sob a superfície para nos investigar. Mas era muito pequeno para mergulhar em águas profundas para procurar lulas como os seus parentes, então fazia apenas mergulhos rasos. Nesta idade, eles não precisam de se preocupar em encontrar comida porque são alimentados com leite materno rico em gordura, às vezes fornecido por outras fêmeas adultas que não a sua mãe.

Durante a nossa viagem também contámos com a presença de aves marinhas comuns como cagarros, gaivotas de patas amarelas e andorinhas-do-mar. Infelizmente, e hoje com ainda mais frequência, encontrámos plástico a flutuar na superfície.

Pelo menos alguns peixes-porco encontraram abrigo num bidão. Em breve o vento deve diminuir, aguardamos então por melhores condições de observação. Não perca a oportunidade e !!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like