Como evitar enjoos no mar

seasick

Ficar enjoado? Não obrigado!

Uma das perguntas que nos fazem com frequência… “nunca enjoam?”. Pelo menos metade de nós já passou por esta situação. Dias em que o mar está mais agitado ou quando estamos doentes ou quando passamos muito tempo sem ir para o mar, ou quando sentimos o cheiro de vómito durante a viagem. Acontece a qualquer um! Não existe forma de saber se vamos enjoar ou não. A boa noticia é que, pelo menos para nós, biólogos marinhos, cerca de 75% das pessoas que começam a trabalhar no mar acabam por se acostumar ao mar. Para os restantes 25%… é melhor procurar outro trabalho! Para os que estão decididos a continuar, ou vão simplesmente tentar a sua sorte no mar sem saber se vão enjoar ou não, aqui vai uma explicação sobre o que é o enjoo e o que fazer para prevenir ou, caso corra mal, o que fazer. Os resultados podem variar de pessoa para pessoa… mas não custa tentar, certo?

O enjoo é o resultado de um conflito no nosso ouvido interno, onde o mecanismo de equilíbrio humano reside, e é causado pelo movimento irregular de uma embarcação na água. No caso de se sentir enjoado não desespere, a sua recuperação é uma questão de tempo e a taxa de sobrevivência é de 100%. Nas nossas viagens temos a sorte de ser só uma pequena percentagem de passageiros que passa por este desconforto… e lembre-se… são só 2H30 a 3H de viagem.

No caso de ficar enjoado não tenha vergonha! Pode acontecer a qualquer um, mesmo ao marinheiro mais experiente! Vamos deixar aqui algumas dicas que podem ajudar a evitar o enjoo ou aliviar os seus sintomas.

Antes da viagem:

  • Na noite anterior não ingira álcool. A ingestão de álcool acaba por ser uma das razões mais comuns de enjoo nas viagens. Se já nos deixa enjoados em terra imagine no mar!

  • Limpeza de ouvidos. Todos tomamos banho com frequência e há uma limpeza regular dos ouvidos com cotonetes (nada recomendados por especialistas!) ou indo ao médico. O certo é que o acumular de cera no ouvido pode causar problemas no equilíbrio, e no mar, o enjoo.

  • Tenha uma boa noite de sono. Descanse o seu corpo, para que tenha a energia necessária para a viagem e para tirar o máximo partido da observação de cetáceos.

  • Pequeno-almoço… a mais importante refeição do dia. Nunca vá para o mar de estômago vazio. Aconselhamos uma refeição leve e sem gorduras. Os sumos de laranja (ácidos) ou até o nosso ananás açoriano ou os “English breakfast” não são a melhor opção antes de ir para o mar. Aposte na aveia, pão torrado, fruta como maçã ou banana e evite produtos lácteos. Vão precisar de energia para se divertirem no mar.

  • Algo que não devem fazer de todo é tomar café de estômago vazio… pode resultar em azia.

  • Vista uma roupa quente e confortável, preferencialmente em camadas. No caso de sentir calor, sempre pode ir retirando algumas roupas de forma a sentir-se sempre confortável e evitar o sobreaquecimento do corpo. Não se esqueça também do seu protetor solar, chapéu e o calçado deve ser confortável e antiderrapante.

  • Pode também passar numa farmácia e falar com alguém especializado que vos possa aconselhar sobre algum medicamento que ajude a lutar contra o enjoo… mas tome cuidado, muitos deles têm anti-histamínicos que o podem deixar sonolentos. Lembrem-se também das vossas possíveis alergias. A medicação contra o enjoo pode ser boa para uma pessoa e pode dar alergia ou não resultar com outra. Por isso, não tome nada sem o conselho de um farmacêutico ou médico.

  • Pulseiras anti enjoo. Existem vários tipos de pulseiras que podem evitar o enjoo. Estas aplicam pressão em pontos estratégicos no pulso para evitar o desconforto. Mas lembre-se sempre… pode resultar com uma pessoa e não resultar com outra.

  • Acredite ou não, mas 99% dos enjoos é só da nossa cabeça. Mesmo o marinheiro mais preparado pode começar a sentir-se enjoado. O problema fica resolvido quando diz para si mesmo: “não vou enjoar”. Tente dizer esta frase para si próprio 3 vezes antes de entrar no barco e não volte a pensar no assunto (há que dizer com convicção para resultar!).

Durante a viagem:

  • Não se esqueça de trazer água. A hidratação é muito importante.

  • Lanche a meio da manhã/ tarde é também muito importante. Traga uns snacks e fruta. Sabe sempre bem trincar alguma coisa enquanto estamos a navegar. O mar dá fome… muiiiiiiita fome!

  • Cuidado com os cheiros… os maus e mesmo os bons. Tente manter-se afastado de cheiros fortes. Caso veja alguma pessoa a sentir-se mal e a vomitar, desloque-se para outra zona onde não possa ver nem sentir o cheiro do vómito.

  • Escolha um lugar exterior mais ao centro da embarcação . A zona mais calma e mais equilibrada de um barco é no centro. Por isso, se tem a tendência de enjoar evite a proa (frente da embarcação) a todo o custo.

  • Evite livros, telemóveis ou tablets. A leitura, seja em dispositivo ou em papel, é uma forma infalível de o deixar enjoado.

  • Ajude na procura dos animais – esta é uma dica preciosa! Esta é uma das razões pela qual os marinheiros raramente enjoam. Mantêm a sua mente ocupada em busca dos nossos amigos cetáceos. Tente a sua sorte… pode ser que encontre uma baleia antes de nós!

Ok…em caso de enjoo:

  • Gengibre. Traga consigo uma infusão de gengibre. Já diziam os nossos avós que “se tens dores de barriga deves ingerir gengibre.” No mercado podem sempre arranjar rebuçados de gengibre, snacks de gengibre ou bebidas de gengibre… o céu é o limite.

  • Evite o sol direto e concentre-se na sua respiração. Em caso de enjoo evite ir à casa de banho e zonas fechadas… nestas zonas o ar não é fresco. Dirija-se para um local que sinta a brisa fresca e, se possível, com sombra. Concentre-se na sua respiração. A hiperventilação pode levar ao desmaio, por isso, respire fundo e controladamente.

  • Foco no objetivo. Mantenha a sua concentração em terra ou no horizonte… foque onde não há movimento! Mantenha a sua mente ocupada para que se concentre noutras coisas que não o enjoo. Tente contar as casinhas que consegue ver numa zona da ilha, ou tente fazer planos para o dia seguinte.

  • Ingira snacks sem gordura como biscoitos, bolachas de água e sal ou mesmo fruta como banana ou maçã.

  • Se necessário, fale com a tripulação para pedir um saco de vómito. Muitas vezes o estômago está a rejeitar o que tomou ao pequeno almoço/ almoço. Após vomitar vai sentir-se muito melhor e de seguida não beba muita água. O estômago está sensível! Beba água espaçadamente e ingira snacks não gordurosos.

  • Refresque-se! O calor é o nosso pior inimigo quando estamos enjoados. Passe água no pescoço ou na sua cara de forma a baixar a temperatura.

Escrito por Mariana Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like