Baleia à nossa frente!

Desde o nosso semirrígido, começámos os nossos avistamentos com um grande sopro de baleia visto à distância depois de ouvir os sons subaquáticos com o nosso hidrofone direcional. Mas depois de ver o comportamento desse único cachalote macho, ficou claro por que não o ouvimos os cliques, ele não estava a procurar comida nem a comunicar com outros indivíduos. Ele estava a fazer vários mergulhos rasos e a testar a nossa paciência. Mas quando apareceu na superfície, os nossos passageiros pensaram que eram dois, pois havia uma diferença notável entre a cabeça e as costas desse macho adulto. Além do tamanho maior dos machos em comparação com as fêmeas, podemos verificar o seu género graças à seguinte diferença. Não existe uma linha estreita da cabeça às costas como nas fêmeas, mas uma elevação dominante do comprimento da cabeça. Isso era claramente visível neste indivíduo e dava a impressão de ter duas costas diferentes.

Como esta baleia não tinha fome, fomos ver um simpático grupo de golfinhos pintados do Atlântico. Alguns tinham manchas porque já eram sexualmente maduros e outros muitos jovens. Depois de observá-los a nadar à proa e de perto, deixámos a área e viajamos mais para leste, onde havia mais um cachalote macho.

Este estava inicialmente a comportar-se da mesma maneira que o primeiro, depois parou e começou a respirar muito regularmente. Essa foi a nossa dica de que nos podíamos preparar para o grande destaque. Depois de hiperventilar, estava pronto para descobrir as profundezas em busca de alimento e ergueu a sua cauda majestosa acenando para nós. Que final de saída de sucesso.

Da nossa atividade de natação com golfinhos, foram encontrados golfinhos roazes, então mais uma espécie a ser adicionada à nossa lista de avistamentos de hoje.

À tarde as condições do mar permitiram-nos mais uma viagem inesquecível! Os nossos colegas vigias avistaram um grupo de cetáceos muito rapidamente e mandaram-nos para a direção certa. E que avistamento tivemos! No início parecia que havia um pequeno grupo de golfinhos comuns a viajar lentamente e apenas a divertirem-se nas águas calmas. Mas não passou muito tempo e fomos cercados por centenas de golfinhos, pois eles continuavam a vir de todas as direções! Foi realmente uma experiência única na vida – estar no meio de tantos animais selvagens que não se importam com a nossa presença e estão apenas a desfrutar da sua liberdade.

Depois de passarmos algum tempo mágico com golfinhos comuns e as suas crias, era hora de partir e encontrar outra espécie. E novamente, tivemos sorte, porque encontrámos um grupo de golfinhos roazes. Eles realmente não se importavam com a nossa presença, já que estavam completamente focados na alimentação, mas mesmo assim surpreenderam com alguns grandes saltos! Ao mesmo tempo, o nosso grupo no semirrígido foi capaz de encontrar 2 cachalotes que foram a cereja no topo das excursões de hoje!

E não fomos só nós que tivemos esses belos avistamentos! Hoje realizámos também o nosso primeiro passeio de barco de verão ao longo da costa da Ilha de São Miguel e também os passageiros desta viagem puderam desfrutar da presença de golfinhos. Que sorte temos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like