Avistamentos de cetáceos em São Miguel em outubro de 2022

Capa estatisticas outubro

O mês de outubro chegou ao fim, é tempo de olhar para trás para os espantosos avistamentos que tivemos.

Tendo em conta as condições climatéricas, conseguimos ir para o mar durante um total de 22 dias, e todas as viagens foram na costa sul. As experiências que tivemos foram inesquecíveis! Este mês de outono não só foi excelente porque conseguimos encontrar todas as nossas espécies residentes, como também avistámos os sazonais golfinhos pintados do Atlântico, a esquiva baleia-anã, e a grande possibilidade de estar com o segundo maior animal do mundo, a baleia comum.

Começando pelo nosso mais pequeno residente, o golfinho comum, esta espécie foi avistada 95% das nossas viagens! Com uma clara preferência por áreas relativamente próximas da costa da nossa ilha. Os avistamentos desta espécie criam cenários maravilhosos à volta dos barcos  – são golfinhos coloridos e um belo cenário vulcânico como pano de fundo.

Apesar de ser uma espécie que associamos sobretudo aos nossos meses quentes de verão, ao longo deste mês de outubro ainda conseguimos avistar golfinhos pintados do Atlântico num total de 90% das nossas viagens. É certamente uma grande oportunidade para qualquer amante de golfinhos! Embora estejamos a aproximar-nos do inverno, as nossas águas ainda estão suficientemente quentes para continuarmos a ter esta espécie de cetáceos, incrivelmente enérgica, por aqui durante mais algum tempo, antes de partirem rumo a latitudes mais baixas.

Sem a necessidade de apresentação, os cachalotes também estiveram frequentemente presentes durante as nossas viagens, com uma cria a fazer um espetáculo de proezas de saltos. Quando as condições do mar não são as melhores para estes animais comunicarem entre si através dos seus meios convencionais, recorrem frequentemente a estas exibições, que podem parecer atléticas, mas são, na sua maioria, uma forma de chamar a atenção e criar o máximo de som possível. Durante este mês conseguimos até ver os nossos tímidos golfinhos de Risso, assim como grupos com golfinhos roazes muito grandes!

Ultimamente, e certamente um ponto alto deste mês, foi o avistamento abundante de baleias de barbas! Além de uma baleia anã que foi avistada pelos nossos barcos, tivemos a sorte de observar duas baleias comuns que permaneceram na nossa ilha tempo suficiente para as conseguirmos encontrar em 30% das nossas viagens! A inexplicável experiência de ver a mandíbula do segundo maior animal do mundo durante o mês de outubro ficará gravada na memória dos nossos clientes durante anos. Outubro foi, sem dúvida, um exemplo de que não há um momento 100% certo para uma viagem de observação de baleias nos Açores, pois qualquer momento pode ser o momento certo e perfeito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like